Poli Saúde Laboratório Policlínica
NOTÍCIA

30/05/2017
UTI Neonatal e Pediátrica implanta novo projeto de humanização

Desde o início de maio, a UTI Neonatal e Pediátrica do Instituto Policlínica PB implantou o projeto "Meu Querido Polvo", destinado aos bebês que, por serem prematuros, precisam ficar nas incubadoras. Em avaliação desde o mês anterior, o projeto tornou-se rotina. A iniciativa é inspirada na criação do grupo dinamarquês Spruttegruppen, surgida em 2013. Os polvos são confeccionados em crochê, com linhas em algodão 100% e têm de seis a oito tentáculos com 22 cm de comprimento cada.

A utilização dos polvos visa remeter o bebê ao útero materno; manter o bebê relaxado e tranquilo; melhorar a resposta e diminuir o ritmo cardíaco; fortalecer o vínculo entre mãe e bebê, já que a própria mãe confecciona o polvo; e evitar que o bebê puxe a sonda, os fios de equipamentos ou equipos de soro.

A primeira amostra do polvo foi feita por Rita Faversani, colaboradora da UTI Neonatal e Pediátrica. Ela e a colega Ana Veiga fizeram os primeiros polvos. Na sequência, as voluntárias do Espera Feliz, projeto que trabalha com as mães que têm bebês internados na UTI Neonatal, passaram também a ensinar o processo de confecção dos polvos. Assim, uma dessas mães, Márcia Fontana, junto com a amiga Elisa Arnaldo Ortigara, produziu vários polvos que foram destinados à UTI Neonatal e Pediátrica.